ULBRA Cachoeira do Sul
"FORMAÇÃO DE PROFESSORES: A Prática Pedagógica e o Trabalho na Diversidade"
Histórico
O Seminário Internacional é um evento já consolidado no Rio Grande do Sul, atingindo este ano a marca de dez edições, sendo uma a cada ano. O Curso de Pedagogia, proponente desta atividade, organiza o evento, através da coordenação, docentes, acadêmicos e funcionários.

A primeira edição, nos dias 18 e 19 de outubro de 1996, enfocou o tema “A Construção de um Novo Paradigma”, com a participação dos Professores Dr. Rubem Alves, UNICAMP/SP, Ms. Maria Camino Trapero – Montevidéo/Uruguai, Dr. Paulo Afonso Caruso Ronca – São Paulo, Dr. Marcos Villela Pereira – Pelotas, Ruben Martinez - RS. Participaram desta edição 775 professores e acadêmicos.

Na segunda edição, nos dias 26 e 27 de setembro de 1997, a temática enfocada foi “Uma Abordagem Metodológica”, reunindo os docentes: Dr. Carlos Rodrigues Brandão – UNICAMP/SP, Dr. Celso Vasconcellos – São Paulo, Dr. Pablo Gentili – Argentina e Dr. Áttico Chassot – UNISINOS. A ênfase centrou-se em um dos pilares da educação para o século XXI, de acordo com o Relatório de Jacques Delors, isto é, “aprender a fazer”. Nesta edição a participação dos professores foi de 335 participantes.

Nos 21 e 22 de outubro de 1998, o Curso de Pedagogia coordenou a discussão da temática “A Construção do Aprender a Aprender”, na terceira edição do Seminário. Contribuíram nas discussões os docentes: Dra. Célia Frazão Soares Linhares – UFRJ/Rio de Janeiro, Dr. Moacir Gadotti – Instituto Paulo Freire/São Paulo, Dr. Lauro Wittmann – UFFSC/Florianópolis, Dr. Sílvio Ancízar Sanches Gamboa – Colômbia e Dr. Neidson Rodrigues – UFMG/Belo Horizonte. Na perspectiva do pilar do conhecimento “aprender a conhecer”, os debates centraram-se na era do conhecimento, ensinar e aprender na sociedade do conhecimento, sala de aula como espaço de investigação e desafio, saberes com sabores, exigências educacionais e novas atitudes docentes. Participaram, neste ano 550 profissionais.

Surgiu, então, a necessidade de ampliar as discussões, repensando a sala de aula como espaço privilegiado de construção, produção e socialização do conhecimento, desenvolvendo habilidades, competências, qualidades e vivência de valores, propiciando a construção da cidadania. Delors (1998) salienta que, para enfrentar os desafios do próximo século, será indispensável assinalar novos objetivos à educação, numa concepção onde todos possam descobrir, reanimar e fortalecer o seu potencial criativo – “revelar o tesouro escondido em cada um de nós”. Isto exige que se ultrapasse a visão puramente instrumental, para que a educação apareça como uma experiência global durante toda a vida.

Sendo assim, a construção da pauta do IV Seminário Internacional Ensino e Aprendizagem, que ocorreu nos dias 21 e 22 de outubro de 1999, apontou para o terceiro pilar da educação “aprender a viver juntos”, o que nos remeteu à temática “A Construção do Aprender a Conviver”, desenvolvendo a “compreensão do outro, a percepção das interdependências – realizar projetos comuns e preparar-se para gerir conflitos – no respeito pelos valores do pluralismo, da compreensão mútua e da paz” (Delors, 1998, p.102).

Coordenaram as discussões dessa temática educadores renomados: Dr. Antônio Carlos Gomes da Costa, Consultor da UNICEF; Dr. Sílvio Ancízar Sanchez Gamboa, UNICAMP; Dr. Celso dos Santos Vasconcellos, Instituto Libertad; Dr. Rubem Alves, UNICAMP. 617 participantes estiveram presentes neste ano.
Dando continuidade à discussão dos quatro pilares do conhecimento ou quatro aprendizagens fundamentais mencionados pelo Relatório Delors (1998), o V Seminário Internacional Ensino e Aprendizagem trouxe à discussão dos educadores a quarta via essencial que integra as demais: “aprender a ser”, definindo a temática do evento como “A Construção do Aprender a Ser”. “Mais do que nunca a educação parece ter, como papel essencial, conferir a todos os seres humanos a liberdade de pensamento, discernimento, sentimentos e imaginação de que necessitam para desenvolver os seus talentos e permanecem, tanto quanto possível, donos do seu próprio destino”. (Delors, 1998, p.100). A preocupação com a educação num enfoque global valoriza a interdependência existente entre as diversas dimensões da vida humana, sublinhando o processo educativo como uma construção social interativa que resgata a imaginação, a criatividade, a autonomia, os valores, o raciocínio, a capacidade de interagir, enfim, a construção da cidadania plena.

O V Seminário Internacional Ensino e Aprendizagem, ocorrido nos dias 19 e 20 de outubro de 2000, reuniu educadores com trabalho reconhecido no cenário nacional e internacional: Dr. Pedro Demo, UnB; Dra. Marília Moroosini, ULBRA; Dr. Francisco Ruiz Aguilera, ICCP – Cuba; Dr. Ruben Alberto Martinez, ULBRA; Dra. Cleoni Maria Barboza Fernandes, ULBRA; Dr. Marcos Villela Pereira, UFPEL; Dr. Joe Garcia, Universidade Tuiuti – Paraná; Ms. Maria Eugênia Turra Gastaldello, UCS; Dr. Frederic Litto, USP. Desta edição participaram 409 professores e acadêmicos e apresentação de 133 trabalhos, numa edição da Mostra Científica do Campus, que este ano ocorreu paralelamente ao Evento.

A sexta edição do Seminário Internacional dias 3 e 4 de outubro de 2001, contou com a presença de nomes ilustres na área da educação: Dr. José Pacheco – Escola da Ponte/Portugal, Profª Maria Terezinha da Consolação Teixeira dos Santos, Minas Gerais, Dra. Maria Teresa Eglér Mantoan – UNICAMP/SP e Cristiano Goergen Portner, UFRGS, debatendo sobre a temática “Educação: Novos Tempos, Novos Rumos...”. A presença do Professor José Pacheco se efetivou numa parceria com a UNICAMP, trazendo a Cachoeira do Sul educadores de todo o Estado do Rio Grande do Sul, de Curitiba e Maceió, totalizando 364 participantes. Foi publicado um Manual de Resumos com 78 trabalhos inscritos

O VII Seminário Internacional, realizado de 03 a 4 de outubro de 2002, marcou uma parceria com o Curso de Biologia e Letras, trazendo atividades paralelas que constituíram o III BIoEncontro e I Encontro Nacional de Língua e Literatura. Nesta edição a temática escolhida foi “Saberes Docentes e Formação Profissional”. Entre inúmeros docentes que qualificaram o evento com suas idéias estavam: Dra. Célia Frazão Linhares – UFF/RJ, Dra. Malvina Amaral Dorneles – UFRGS, Ms. Silvana Lenhenbauer – ULBRA, Ms. Santa Inês Pavinato Caetano – ULBRA, Dr. Marcos Tarciso Masetto – PUCSP, Profª. Neusi Aparecida Navas Berbel - Paraná, Profª. María Cristina Báez de Paredes – Argentina, Ms. Zila Letícia Pereira Rêgo – PUCRS, Profª. Nina Célia de Almeida Barros – UFSM, Dr. Ângelo Machado – UFMG, Ms. Vasco Pedro Moretto – Brasília, Dra. Maria Teresa Égler Mantoan – UNICAMP, Victor Travi de Canela/Rs,Aldo Araújo de Porto Alegre, Emerson Vieira, da UNISINOS. Os 389 participantes inscreveram 114 trabalhos científicos, que foram reunidos em uma publicação em CDROOM.

No ano de 2003, a oitava edição do Seminário Internacional realizou-se no mês de julho, de 02 a 04 e ganhou a sua logomarca (SI Educa), abordando a temática “A Prática Pedagógica em Foco”, mobilizou os professores e contou com a parceria das Prefeituras de vários municípios. Trouxe para a explanação do referido tema: Prof. Miguel Arroyo – Minas Gerais, Dr. Joe Garcia – Paraná, Ms. María Cristina Báez de Paredes – Argentina, Dra. Beatriz Fischer e Dr. Solon Viola – UNISINOS, Dr. Carlos Rodrigues Brandão – UNICAMP, Dra. Vera Wanmacher Pereira _ PUCRS, Prof. Paulo Caruso – UCPel, Profª. Maria do Carmo Galiazzi – FURG, Prof. Milton Felker – ULBRA. Foram 689 participantes e 57 trabalhos apresentados, reunidos em CDROOM.

A IX edição discutiu a temática “Reencantar o Educador” e foi desenvolvida de 08 a 10 de julho de 2004, no Salão de Atos da ULBRA- Cachoeira do Sul. O Evento contou com a participação das Prefeituras Municipais, 24ª Coordenadoria Regional de Educação e SINPRO, como parceiros. Foram palestrantes convidados os professores Thereza Penna Firme, do Rio de Janeiro; Paulo Afonso Caruso Ronca, de São Paulo; Dr Joe Garcia, UTP; Dra Maria Cristina Baez de Paredes; Cláudia Terezinha Quadros, ULBRA- Cahoeira do Sul; Débora Teixeira de Mello, ULBRA- Guaiba; Dra Vivian Edite Steyer, ULBRA- Canoas; Prof. José Guilherme Gothardo, AEC; Dr. Rogério Voser, ULBRA- Canoas; Dra Selma França, ULBRA-Canoas; Profª Eliane Spuldaro, Cachoeira do Sul; Profª Talita de Lourdes Roso de Souza e Liliane Fardin Elesbão, ULBRA- Cachoeira do Sul; Prof. Luis Alberto de Souza Pedroso, CECLIMAR; Drª Vera Wanmacher Pereira, PUCRS; Profª Medianeira dos Santos Garcia, Santa Maria; Profª Maria Isabel Petry Kehrwald, FUNDARTE Montenegro. Este foi a edição com maior número de público: 1400 participantes, sendo apresentados 69 trabalhos científicos que integraram o CDROOM do Evento.

O X Seminário Internacional de Educação – Interdisciplinaridade como Forma de Inclusão numa Educação Mundial, realizado de 08 a 10 de junho de 2005 e teve a participação especial da Profª Dra Ivani Arantes Fazenda, da PUCSP e Grupo de Pesquisa, constituído de orientandos de Doutorado e Doutores – Gabriel Junqueira Filho, Ivone Foroni, Joe Garcia, Maria Cecília Gasparian, Raquel Miranda, Ricardo Hage, Vera Brandão; Mariana Aranha, Ana Maria Taino, Maurina G. Passos além das presenças ilustres dos professores: Dr Luís Manoel Flores Gonzalez, PUC do Chile e Américo Sommerman da USP. Esta edição reuniu as maiores autoridades na temática interdisciplinaridade e transdisciplinaridade.
Desenvolvido por Mais Tecnologias de Informação